Circus armou um autêntico picadeiro na Coudelaria Souza Leão

Um picadeiro foi armado na Coudelaria Souza Leão, neste sábado (30): malabares, pernas de pau e cuspidores de fogo foram responsáveis por recepcionar o público, que chegava ansioso para ver o circo da Delux. Até um globo da morte foi montado para impressionar os baladeiros.

O espetáculo, comandado pelos sócios, Thiago Welk, Rosalvo Tavares e Eduardo Trajano, não teve palhaço nem equilibrista, mas teve bailarina (e bailarino) de sobra dando show na pista de dança, que, por sinal também foi tomada pelos malabaristas com seus pinos iluminados, criando uma atmosfera lúdica e psicodélica ao ambiente.

As atrações do circo foram os DJs Anna Sarah, Royal, Viral e Doubleminds. Mas os principais números da noite foram os duos Elekfants (SP), que mistura blues com música eletrônica, e Malik  Mustache (SC), que levantou a galera logo que começou a tocar seu hit Rock U.

* Leia também:  Play Holi fez sucesso no Recife
[Best_Wordpress_Gallery id=”209″ gal_title=”Delux Circus 2016″]

Para deixar a noite ainda mais saborosa e divertida, pipoca e algodão doce foram distribuídos para os presentes. O “open food circense” só perdeu para o open bar, que serviu vodka Absolut, cerveja budweiser e wiskey Chivas, marcando, com força total, o retorno do selo, que há três anos não investia nesse recurso.

O serviço funcionou perfeitamente até o raiar do dia quando o DJ Rodrigo Guerra assumiu a pick up, tocando remixes de vários sucessos como “dog days are over”, de Florence + The Machine e “oração”, da Banda Mais Bonita da cidade. Fechou a noite com chave de ouro.

Link curto desta publicação: https://sland.site/2aVl2Lh
Mostrar mais

Bloqueador de Anúncios Detectado

Por favor, desative o seu Adblock para um melhor funcionamento do site.