Costa Cruzeiros recebe o flagship Costa Smeralda, seu primeiro navio movido a GNL

O Costa Smeralda é o primeiro navio da marca Costa Cruzeiros a usar GNL (Gás Natural Liquefeito), uma inovação para a indústria que reduz significativamente o impacto ambiental. O primeiro cruzeiro parte de Savona no próximo dia 21 de dezembro.

A Costa Cruzeiros recebeu nesta quinta-feira, 5 de dezembro, o Costa Smeralda, seu novo flagship movido a Gás Natural Liquefeito (GNL). O combustível é a tecnologia mais avançada da indústria marítima e faz parte de uma iniciativa inovadora da Costa de reduzir significativamente o impacto ambiental. A cerimônia de entrega ocorreu no estaleiro Meyer Turku, na Finlândia, onde o navio foi construído.

O Costa Smeralda é o primeiro navio da frota Costa a usar GNL tanto no porto quanto no mar. Ele integra um plano de expansão que inclui um investimento de mais de 6 bilhões de euros em sete novos navios a serem entregues até 2023 ao Grupo Costa. O grupo consiste nas marcas Costa Cruzeiros, AIDA Cruises e Costa Asia.

Neil Palomba, da Costa Cruzeiros, e Jan Meyer, do estaleiro Meyer Turku
(Imagem: Divulgação)

Cinco dos navios – incluindo o Costa Smeralda e seu irmão gêmeo, o Costa Toscana, já em construção também em Meyer Turku e com entrega prevista para 2021 – serão movidos a GNL. Com a chegada do Costa Smeralda, a frota do Grupo Costa soma 29 navios em operação, todos de bandeira italiana, destacando assim a liderança do grupo na Europa e na China.

O uso de GNL é um grande avanço para minimizar o impacto ambiental e melhorar significativamente a qualidade do ar, uma vez que elimina as emissões de dióxido de enxofre (zero emissões) e de partículas (redução de 95 a 100%). O GNL também reduz consideravelmente as emissões de óxido de nitrogênio (diminuição direta de 85%) e CO2 (redução de até 20%).

* Leia também:  Rockfest confirma a banda alemã HELLOWEEN no lineup

“O Costa Smeralda será um estímulo ao uso de GNL em navios de cruzeiro, tecnologia a qual fomos os primeiros a acreditar, estabelecendo um novo rumo para o setor de cruzeiros. O Grupo Costa investiu em cinco novos navios movidos a GNL como parte de seu papel de liderança para um turismo sustentável. É uma inovação para a indústria de cruzeiros e um importante passo de mudança, já que garante uma redução significativa de nosso impacto ambiental sem comprometer os aspectos de segurança que também são uma prioridade essencial para nós”, diz Neil Palomba, presidente Global da Costa Cruzeiros. “O Costa Smeralda é ainda uma inovação significativa em termos de produto, permanecendo a hospitalidade italiana como um elemento fundamental de nossa marca, capaz de encantar e entusiasmar não apenas os novos passageiros de cruzeiros, mas também os mais experientes”, completa.

“Usamos todo o nosso conhecimento, habilidades e imaginação para projetar e construir esse navio. Gostaria de mencionar especialmente o Coliseu, uma área aberta em três decks no centro do Costa Smeralda que oferece uma tecnologia audiovisual de última geração. Estamos ansiosos para que os hóspedes desfrutem de shows e performances excepcionais que acontecerão lá”, declara o CEO do Meyer Turku, Jan Meyer.

* Leia também:  Costa Cruzeiros comemora o Dia Internacional do Consumidor com descontos de até 20% em roteiros internacionais
Navio Costa Smeralda (Imagem: Divulgação)

O Costa Smeralda saiu do estaleiro de Turku nesta sexta-feira, 6 de dezembro, e está a caminho do Mediterrâneo. Em 21 de dezembro, o Costa Smeralda partirá de Savona para seu primeiro cruzeiro regular de uma semana, com escalas em Marselha, Barcelona, Palma de Maiorca, Civitavecchia/Roma e La Spezia.

O Costa Smeralda é realmente uma “cidade inteligente” itinerante. Além da grande inovação do GNL, o navio incorpora uma série de inovações tecnológicas de ponta e projetadas para reduzir ainda mais o impacto ambiental. Entre elas: a necessidade diária de água é alcançada diretamente do mar, graças aos sistemas de dessalinização; o consumo de energia é reduzido ao mínimo usando luzes LED; o projeto do casco do navio diminui significativamente a resistência na água, os elevadores de última geração recuperam a energia ao reintroduzi-la no sistema de eletricidade; e a coleta e a reciclagem de 100% dos materiais como plástico, papel, vidro e alumínio fazem parte de uma abordagem integrada para apoiar projetos de economia circular.

* Leia também:  Hurb - Hotel Urbano passa a oferecer aluguel de carros em parceria com a Rentcars.com

O Costa Smeralda irá dedicar grande atenção ao tema da alimentação por meio do programa 4GOODFOOD, que visa diminuir o desperdício de alimentos e recuperar os excedentes para fins sociais. No Restaurante LAB – Laboratório de Sabor, espaço que convida o hóspede a preparar sua própria refeição, o alimento ganha uma abordagem divertida para envolver o hóspede na sustentabilidade alimentar.

Com mais de 180 mil toneladas e mais de 2.600 cabines, o Costa Smeralda é resultado de um projeto criativo exclusivo liderado pelo arquiteto Adam D. Tihany, e criado para introduzir aos hóspedes o melhor da Itália em um só lugar. Tihany contou com quatro prestigiadas empresas internacionais de arquitetura para projetar as diversas áreas do navio. Todos os móveis, iluminação, tecidos e acessórios foram fabricados na Itália, alguns produzidos especificamente para o novo navio. O design italiano será a grande estrela no CoDe – Costa Design Museum, o primeiro museu instalado em um navio de cruzeiro. Há ainda o Solemio Spa; espaços de entretenimento; bares temáticos e 11 restaurantes, incluindo um novo ambiente direcionado às famílias com crianças.


Link curto desta publicação: https://sland.info/367VzJZ
Tags
Mostrar mais

Bloqueador de Anúncios Detectado

Por favor, desative o seu Adblock para um melhor funcionamento do site.
Abrir Chat
1
Precisa de ajuda?
Olá, tudo bem?
Como podemos ajudar?
Powered by