Peixe: um prato sofisticado, rápido e fácil de fazer

Um prato sofisticado, saboroso e cheio de versatilidade. Assado, frito, empanado ou ensopado, o peixe está presente nas cozinhas brasileiras e tem um forte peso cultural principalmente nas cidades litorâneas. Rico em ácido graxos e ômega 3, o alimento, apesar de comum, exige muita atenção e cuidado desde a hora de escolher um produto fresco e de qualidade, até o momento de preparar, para não despedaçar a carne ao tirar as escamas e as espinhas. Por isso, o chef Biba Fernandes, à frente dos peruanos Chiwake e Chicama, e que é especialista em pratos com peixes e frutos do mar, separou algumas dicas para quem quer mandar bem na hora de preparar um peixe.

* Leia também:  Biba Fernandes apresenta o novo menu Yunta do Chiwake e Chicama

Na hora de escolher o peixe, é importante estar atento à aparência do produto e verificar as condições de armazenamento.  Um peixe fresco deve ser mantido sob refrigeração ou uma camada de gelo. “Os que estão expostos, desprotegidos e expostos, perdem a qualidade e podem fazer mal. Um peixe fresco é muito similar a um peixe vivo. As escamas devem estar duras e translúcidas. Os olhos não podem possuir pontos brancos, devem ocupar toda a cavidade ocular e estar reluzente”, explica Biba Fernandes. Observe se as guelras estão mais vermelhas possíveis, é onde passa os vasos sanguíneos do animal. Se estiverem cinza ou rosadas, não está fresco. Atenção também para o cheiro, os que estão bons cheiram a maresia, inclusive os de água doce.

* Leia também:  Escola Gastronômica realiza curso de entradas para jantar

Filé de peixe em salsa de aguaymanto com arroz cremosoPara limpar, retire primeiro as escamas com uma faca fazendo movimentos contrários, do rabo à cabeça e corte as barbatanas bem rente à pele. Depois, faça um pequeno corte abaixo da cabeça para facilitar o corte maior, na região abdominal. Retire todas as vísceras e lave com água corrente por dentro. Retire as espinhas e a cabeça e corte de acordo com o formato desejado para o preparo, seja em postas ou em cubos.  Os peixes possuem carne sensível, por não fazerem tantos esforços na água, possuem músculos frágeis e isto torna o cozimento rápido.

Quando for temperar, não tem erro. “O melhor tempero do mundo para o peixe é muito simples: sal marinho, pimenta do reino, um pouco de limão e azeite. O grande lance do peixe é sentir o sabor dele, o gosto de cada tipo”, aconselha o chef. Finalmente é só escolher o modo de preparo e ficar atento ao tempo, já que a carne é macia e fica pronta em instantes.

* Leia também:  Restaurante Chicama, do chef Biba Fernandes, muda de endereço e conceito

Foto: Divulgação

Link curto desta publicação: https://sland.site/2aNb0dy
Tags
Mostrar mais

Bloqueador de Anúncios Detectado

Por favor, desative o seu Adblock para um melhor funcionamento do site.