Peixe: um prato sofisticado, rápido e fácil de fazer

Um prato sofisticado, saboroso e cheio de versatilidade. Assado, frito, empanado ou ensopado, o peixe está presente nas cozinhas brasileiras e tem um forte peso cultural principalmente nas cidades litorâneas. Rico em ácido graxos e ômega 3, o alimento, apesar de comum, exige muita atenção e cuidado desde a hora de escolher um produto fresco e de qualidade, até o momento de preparar, para não despedaçar a carne ao tirar as escamas e as espinhas. Por isso, o chef Biba Fernandes, à frente dos peruanos Chiwake e Chicama, e que é especialista em pratos com peixes e frutos do mar, separou algumas dicas para quem quer mandar bem na hora de preparar um peixe.

* Leia também:  Restaurante Chicama, do chef Biba Fernandes, muda de endereço e conceito

Na hora de escolher o peixe, é importante estar atento à aparência do produto e verificar as condições de armazenamento.  Um peixe fresco deve ser mantido sob refrigeração ou uma camada de gelo. “Os que estão expostos, desprotegidos e expostos, perdem a qualidade e podem fazer mal. Um peixe fresco é muito similar a um peixe vivo. As escamas devem estar duras e translúcidas. Os olhos não podem possuir pontos brancos, devem ocupar toda a cavidade ocular e estar reluzente”, explica Biba Fernandes. Observe se as guelras estão mais vermelhas possíveis, é onde passa os vasos sanguíneos do animal. Se estiverem cinza ou rosadas, não está fresco. Atenção também para o cheiro, os que estão bons cheiram a maresia, inclusive os de água doce.

* Leia também:  Do Peru para solo pernambucano

Filé de peixe em salsa de aguaymanto com arroz cremosoPara limpar, retire primeiro as escamas com uma faca fazendo movimentos contrários, do rabo à cabeça e corte as barbatanas bem rente à pele. Depois, faça um pequeno corte abaixo da cabeça para facilitar o corte maior, na região abdominal. Retire todas as vísceras e lave com água corrente por dentro. Retire as espinhas e a cabeça e corte de acordo com o formato desejado para o preparo, seja em postas ou em cubos.  Os peixes possuem carne sensível, por não fazerem tantos esforços na água, possuem músculos frágeis e isto torna o cozimento rápido.

Quando for temperar, não tem erro. “O melhor tempero do mundo para o peixe é muito simples: sal marinho, pimenta do reino, um pouco de limão e azeite. O grande lance do peixe é sentir o sabor dele, o gosto de cada tipo”, aconselha o chef. Finalmente é só escolher o modo de preparo e ficar atento ao tempo, já que a carne é macia e fica pronta em instantes.

* Leia também:  Aprenda a preparar camarão e polvo sem deixá-los borrachudos

Foto: Divulgação

Link curto desta publicação: https://sland.site/2aNb0dy
Tags
Mostrar mais

Bloqueador de Anúncios Detectado

Por favor, desative o seu Adblock para um melhor funcionamento do site.
Abrir Chat
1
Precisa de ajuda?
Olá, tudo bem?
Como podemos ajudar?
Powered by