Reta final para a realização do II Congresso UFPE em Debate

No intuito de fazer uma reflexão conjunta sobre a universidade brasileira, cerca de 500 participantes estarão reunidos durante o II Congresso da UFPE – Universidade de Ideias e Ideias de Universidade, promovido pela Associação de Docentes da UFPE (ADUFEPE) de 6 a 9 de novembro. Gratuito, o evento realizará atividades em quatro auditórios distintos da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE). A abertura está marcada para a terça-feira (6), às 9h30, no Auditório Professor Paulo Rosas, na ADUFEPE.

Para participar do evento, estudantes, professores e demais interessados devem realizar inscrição online, diretamente no site da associação (www.adufepe.org.br). A partir da terça-feira, quando começar o evento, todos os inscritos devem pegar o material do congresso no espaço de credenciamento instalado nos jardins da ADUFEPE.

O II Congresso UFPE em Debate contará com 11 mesas-redondas, quatro conferências e um fórum, com participação de 28 palestrantes e apresentação de artigos de opinião por estudantes e professores. Além das questões que envolvem o meio acadêmico, como interiorização, produtividade e internacionalização, o congresso vai analisar temas os mais abrangentes possíveis: ciência, cultura, tecnologia, inovação, arte, direitos humanos, empoderamento social, estado laico, entre outros assuntos relacionando-os sempre à universidade.

Ao longo dos quatro dias, serão realizadas duas mesas-redondas simultâneas pela manhã e outras duas palestras no turno da tarde. Entre os destaques do evento, vindo diretamente de Medellin, Colômbia, Alejandro Restrepo, diretor de projetos urbanos da cidade, é o convidado internacional que vai abordar as relações da universidade com a cidade e seus projetos urbanos. Para debater com ele foi escalado Roberto Montezuma, fundador e presidente do INCITI – Pesquisa e Inovação para as Cidades, rede transdisciplinar de pesquisa da UFPE.

O presidente da ADUFEPE, Edeson Siqueira, acredita que o evento ganha importância ao promover a interação entre diversos saberes e evidenciar a importância social da instituição. “Apesar de estarmos discutindo a UFPE, nós contamos com a participação de colegas da Colômbia, além de outras grandes universidades do Brasil (USP, UFRJ, UNB, UFPB, UFSCAR, UFRB). Ou seja, o evento terá uma dimensão maior, transpondo os muros, os limites da UFPE”.

Segundo a professora Zélia Porto, da diretoria da Adufepe e uma das coordenadoras do evento, o congresso se destaca ao produzir, disseminar e preservar conhecimentos de diversas áreas. A Associação pretende sistematizar ao final um documento, fruto de algumas ideias e posicionamentos deste Congresso sobre a universidade.

“Buscamos escolher algumas dessas áreas no congresso, mas vamos apenas lançar a semente. Não temos como contemplar todos os temas apenas neste evento. O intuito é provocar a comunidade acadêmica e  desdobrar outros assuntos, na apresentação de artigos de opinião”, disse Zélia.

Link curto desta publicação: https://sland.site/2OiB3gi
Mostrar mais

Publicações da mesma editoria e/ou vista no instagram

Você também pode gostar

Fechar
Fechar